As salas e todo o espaço onde decorrem as rotinas diárias e os momentos de exploração devem ter sempre em conta a segurança e a organização de modo a desafiar as competências das crianças. Assim, é fundamental que todas tenham oportunidade de interagir e vivenciar esse mesmo espaço.

 Em cada inicio de ano letivo, em conselho, os grupos de jardim de infância refletem, partilham ideias e decidem o que pretendem fazer para organizar e decorar a sala. É o momento de preparar os instrumentos reguladores do grupo e da rotina, fazer inventários das áreas e perceber o que está disponível em cada área, o que podem fazer com isso ou como podem alterar, decorar placares informativos, entre tantas outras coisas.

Definem grupos de trabalho, dividem tarefas e em cooperação uns com os outros atingem os seus objetivos, ao mesmo tempo que estiveram sempre implicados numa dinâmica de trocas ricas e proveitosas entre todos os elementos do grupo.

Promover estas dinâmicas é fundamental para o envolvimento dos mais pequenos no seu processo educativo.

“...só pode aprender se primeiro sentir e o sentir refere-se a tudo o que é atividade emocional: jogo, pintura ou canto. A emoção está na base de toda a aprendizagem; a criança aprende quando o seu interesse é suscitado afetivamente ou sentimentalmente pelos problemas: aprende a falar porque a mãe lhe fala; aprende a servir-se do lápis porque vê os adultos a servirem-se dele; pinta porque a cor e a descoberta da forma a colocam em contacto com os outros e o meio…porque a emocionam.”

João dos Santos

Área Reservada